Ciro Gomes: um psicopata à solta

CIROAs declarações do ex-ministro Ciro Gomes, são típicas de um psicopata, um desequilibrado com distúrbios mentais que está à solta colocando em risco à integridade física das pessoas.

Tratar as ações do competente e extremamente sério, juiz Sérgio Moro, é querer dá um tapa no rosto dos brasileiros decentes, honestos e de boa fé.

Ciro, um desequilibrado, um criminoso contumaz, desferiu ameaças ao nobre, competente, atuante, destemido e decente juiz Sérgio Moro. Uma afronta à sociedade brasileira, uma afronta, sobretudo, ao estado democrático de direito.

Ciro tem que responder pelos atos de corrupção que cometera em sua vida pública, fazer um tratamento psíquico, para depois de avaliado por uma junta médica poder voltar, quem sabe, ao convívio da sociedade.

Quem é decente, jamais irá defender bandidos. Um homem de bem jamais apoiará ações de uma facção criminosa que se apossou do Brasil, e que de tudo faz para se perpetuar no poder. Uma máfia que é acusada de ter cometido o assassinato dos ex-prefeitos Celso Daniel e Toninho do PT.

Esses políticos corruptos, ladrões do dinheiro público, verdadeiros marginais a serviço do mal, tem mesmo é que está atrás das grades, pela vergonha que tem causado ao Brasil e aos brasileiros e pela situação de caos em que chegou nosso país.

Um político fracassado, desiludido, em fim de carreira, que tenta a todo custo ganhar visibilidade atacando, tentando desqualificar um homem honesto e competente que é o juiz Sérgio Moro, o qual está tentando passar o Brasil a limpo, enfrentado a corrupção e colocando na cadeia esses facínoras que fazem parte de uma poderosa organização criminosa jamais vista neste país.

Ciro Gomes quer atrair para si os holofotes da mídia nacional, tenta atacar e desqualificar o Ministério Público Federal e a Justiça brasileira, e em especial o juiz Sérgio Moro.

Ele é apontado por várias pessoas como um homem que possui sérios problemas com drogas. Há quem diga que o uso excessivo da maconha possa ser um dos principais responsáveis pelo constante quadro de confusão mental apresentado pelo político em suas explosivas declarações.

Em entrevista concedida ao Imprensa Viva, Ciro Gomes, em sua confusão mental, descriminaliza o uso da maconha, critica a polícia brasileira e admite amizades com traficantes.

Ciro precisa de um internamento urgente, porque a solta ele representa uma temeridade ao povo brasileiro.

Um homem com esse perfil e qualidade não pode, não tem o direito, de falar, criticar as pessoas de bem e honestas desse país. O ex-ministro, perdeu uma grande oportunidade de ficar calado!